Feira realizada em 06/10/2010 à 08/10/2010


XVIII FISP 2010

Todos são a favor da segurança e saúde no trabalho. Devido a tal afirmação, a SEJA Consulting e seus parceiros resolveram participar pelo primeira vez da Feira FISP, sempre pensando no bem estar dos trabalhadores e da empresa.

Nenhuma pessoa ou empresa quer ser atingida pelos acidentes ou as doenças decorrentes do trabalho, que destroem não só a integridade física, mental e social do trabalhador, mas também as instalações, os negócios, as informações, a imagem do empregador e a produtividade. Perdas para todos.

E a segurança e saúde do trabalho tem tido evolução continuada, com o aprimoramento das normas, dos equipamentos, dos profissionais e a multiplicação do conhecimento.

Uma vistoria benfeita, um projeto de segurança baseado nas normas, uma instalação adequada e uma equipe treinada resultam em um alto grau de saúde e segurança para qualquer situação. Desde a petroquímica até uma hidrelétrica, passando por bancos, edifícios, depósitos, indústrias, áreas rurais e até automóveis. E este aumento se verifica no espelho do setor, que é a FISP FISST, que chega à sua décima oitava edição, com mais de 45% de aumento de área a ser utilizada pelos expositores.




Repórter Diário de 06/10/2009

Hospital realiza simulação de incêndio

Por: Ana Paula Pavanello

O Hospital da Mulher Maria José dos Santos Stein, de Santo André, realizou no último sábado (03/10), uma simulação de incêndio e abandono de área, que é uma etapa do treinamento da Brigada de Incêndio do hospital. Durante o curso administrado pela empresa Seja Consulting – Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, os representantes da brigada receberam informações sobre as técnicas de prevenção de incêndios, além das orientações sobre tipos de combustão, meios de propagação do fogo e métodos de extinção, agentes extintores e classes de incêndio.

Após a palestra foi feita a simulação de um princípio de incêndio, colocando em prática técnicas de abandono de área e de retirada de feridos, preparando os funcionários para atuar de maneira rápida e correta em um possível acidente. Em seguida o grupo recebeu orientações de como usar equipamentos como o extintor, o hidrante de incêndio e seus acessórios e de como remover corretamente as vitimas do ambiente. Alunos do curso de Bombeiro Civil, do Instituto Polígono de Ensino, também participaram acompanhando todo o treinamento.

www.reporterdiario.com.br/index.php?id=154385

VOCÊ TEM DÚVIDAS SOBRE AS LEIS?
NÓS VAMOS EXPLICAR!

AS EMPRESAS QUE TEM APENAS 1 FUNCIONÁRIO NECESSITAM TER OS LAUDOS DE PCMSO, PPRA, LTCAT E PPP? SIM, PRECISAM. As empresas que tem a partir de 01 trabalhador contratado como seu empregado necessitam ter todos os laudos acima. Não basta apenas fazer o exame admissional, é necessário que façam todos os laudos, bem como os exames períodicos, como explicado logo abaixo.

QUANDO A EMPRESA NECESSITA DO PCMSO? Toda empresa que tiver a partir de 1 (um) funcionário registrado necessita do PCMSO para atender a legislação. O que acontece atualmente é que a maioria das empresas com poucos empregados, julgam que, somente tendo o atestado médico dos funcionários, está atendendo a NR-7. É NECESSÁRIO FAZER SIM... Pois, toda empresa deve indicar um Médico Coordenador, e este mesmo é o responsável na elaboração do PCMSO

MAS, O QUE É O PCMSO? A Norma Regulamentadora 7 (NR-7), trata-se do PCMSO, Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional, que é um laudo que avalia o ambiente de trabalho que estão expostos os funcionários, bem como faz a avaliação das atividades desenvolvidas pelos mesmos e através disto o médico verificará como conduzir o exame médico e que tipo de exame complementar (ex.: urina, audiométrico, ECG) cada trabalhador necessitará fazer. Após todos os levantamentos e com o resultado dos exames complementares é que devem ser efetuados os exames clínicos. Tais exames devem ser obrigatoriamente executados nos funcionários, quando ocorrer: *Admissão * Exames periódicos (anuais ou semestrais) * Mudança de Função * Retorno ao trabalho * Demissão Portanto, o PCMSO é de muita importância, não apenas para cumprimento da Lei, mas para que se faça o exame correto e necessário para cada funcionário.

O QUE DIZ A OBRIGATORIEDADE? O Ministério do Trabalho estabelece a obrigatoriedade da elaboração e efetiva implementação do PCMSO (Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional), por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregado.

POR QUE FAZER? O PCMSO e todo o procedimento, devem ser feitos desde o início, pois quando se admite um empregado, não é possível saber se na empresa onde ele trabalhou anteriormente, houve um desencadeamento a uma doença trabalhista. Caso não se faça o procedimento acima, será muito difícil provar que o funcionário já entrou doente. Existe também a obrigatoriedade legal, no qual as multas são elevadas, mas além disso o principal objetivo é o de caráter preventivo, visando detectar em tempo doenças ocupacionais prováveis ou existentes, resguardando-o no tocante a eventuais litígios trabalhistas, reduzindo os níveis de processos, inibindo outros e proporcionando um melhor ambiente de trabalho.

E AGORA, O QUE É O PPRA? A Norma Regulamentadora 9 – NR-9, significa Programa de Prevenção de Riscos Ambientais e consiste em uma análise quantitativa do ambiente de trabalho, ou seja, elaboramos um cronograma de ações preventivas após avaliação do que já existe na empresa.

QUANDO A EMPRESA PRECISA DO PPRA? Toda empresa ou instituição precisa fazer a implantação e manutenção do PPRA NR-9 (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), desde que admita trabalhadores como empregado. Esta é uma Norma do Ministério do trabalho.

MAS AINDA TEM O LTCAT, VOCÊ SABE O QUE É? O LTCAT significa Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho. Este laudo refere-se a uma análise quantitativa do ambiente do trabalho, ou seja, é feita uma análise pelos Técnicos e Engenheiros de Segurança do Trabalho, onde serão avaliados quantidade de luz, ruído e calor, entre outros agentes existentes no ambiente da empresa. Nosso trabalho consiste em analisar as informações levantadas, desenvolver todos os quesitos necesários e implementar este programa, exatamente conforme determina a Norma Regulamentadora. É através das informações do LTCAT que fazemos o planejamento e avaliações qualitativas do PPRA. Este laudo é obrigatoriamente assinado pelo Engenheiro de Segurança do Trabalho e necessita também do recolhimento da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) junto ao CREA.

SÓ FALTA O PPP!

Este documento foi instituito através da portaria 99/2004, em 04 de janeiro de 2004. É um documento que irá traçar um perfil descritivo da atividade laboral de cada funcionário. Terá informações que vão desde o nome do funcionário até a descrição exata de sua função. Além disso, necessita de outros laudos (PPRA, LTCAT e PCMSO), pois deverá ser indicada neste formulário a avaliação, não apenas do funcionário, mas também do ambiente da empresa.

PORTANTO: TODAS AS EMPRESAS NECESSITAM DESTAS NORMAS REGULAMENTADORAS BÁSICAS E DEPENDENDO DO GRAU DE RISCO, DO TIPO DE ATIVIDADE E DA QUANTIDADE DE FUNCIONÁRIOS NECESSITARÁ AINDA DE OUTROS LAUDOS OU ATÉ MESMO CURSOS.

Por isso, colocamo-nos à sua inteira disposição para tirar todas as dúvidas e explicar detalhadamente tudo o que se referir às NR´s.

Rua Campo Sales, 228 - Sala 17, Santo André - 11 4436-9768 - 11 4992-7889